0074 – Ser lido é um puta elogio

SER LIDO É UM PUTA ELOGIO

http://lounge.obviousmag.org/ally_collaco/2014/08/ser-lido-e-um-puta-elogio.html#comment-1931685807

Se vivemos num dilúvio informacional que jamais cessará, como afirma Pierre Levy, ser lido é um puta de um elogio, não?! Obrigada, caro leitor!! Neste texto, explico-me! =)

Caneta-coracao.jpg

Para você que está me lendo agora, já agradeço antecipadamente. Obrigada! Sinto-me profundamente elogiada! Explico-me!

Pierre Levy, num livro chamado Cibercultura, diz que essa nova era digital em que vivemos poderia ser comparada a um dilúvio informacional que só tende a crescer. Ou seja, todos os dias, nós enquanto Noés, somos desafiados a fazer escolhas de conteúdo (entre outras múltiplas escolhas). ‘Salvar’ o que nos é relevante, e deixar todo o resto afundar (ou talvez ser salvo nas arcas alheias!), é de certa forma, um ‘elogio’. É tanta tanta TANTA informação, imagem, áudio e vídeo para ler, ver e ouvir, que temos a sensação angustiante de nunca dar conta. E nunca daremos! Conforme-se!

Esse crescimento global tão acelerado não tem nenhum precedente histórico. O dilúvio informacional jamais cessará.” Pierre Levy

Dito isto, eu, na condição de aqui escritora, ou pseudo-escritora, ou qualquer coisa do tipo, tenho frequentes momentos de reflexão sobre o que escrevo, já que tenho aquela sensação de talvez só estar falando mais do mesmo. Sempre me pergunto se ainda há algo para escrever num mundo em que parece que tudo já foi escrito. Se há algo para filmar, num mundo em que todos os filmes parecem já ter sido feitos. Mas, a criatividade humana está sempre nos surpreendendo, não?! Então, parece que sempre haverá espaço. O desafio é fazer a diferença de uma maneira que garanta seu lugarzinho especial na ‘arca’ de algum Noé!

Esses dias eu fiz um cálculo bizarro. Eu calculei quantos filmes ainda poderia ver na vida, se vivesse até os 80 anos, e cumprisse com a média de ver 1 filme a cada dois dias (minha média atual). Em 51 anos, eu ainda poderia ver quase 10 mil filmes, dos que já foram, estão e serão feitos. É muito filme. É muito tempo, mas ainda assim, nunca serão todos os filmes. Terei sempre que fazer escolhas. E essa escolha envolve decidir entre a nova comédia romântica que entrou em cartaz OU aquele filme imperdível do Godard, ainda não visto. Qual você vai escolher?

Fiz o cálculo também para livros, já que minha biblioteca é lotada. Às vezes sinto angústia de não dar conta de tantos livros. Queria ser aquela personagem do filme, que lia os livros em segundos com o toque do braço. (Avise se você lembrar do nome desse filme, porque não consegui encontrar no google!)

Se eu lesse um livro por semana (média alta, não?!), seriam cerca de 4 por mês, 48 por ano, e apenas 2448 livros para serem lidos em 51 anos, se eu chegar aos 80! Livros que foram, estão e serão escritos! É muito livro. É muito tempo, mas ainda assim eu não darei conta de todos! Terei que decidir entre o lançamento da Danuza Leão ou Ofício de cartógrafo do Barbero. Qual você escolheria?

Pode parecer ridículo, mas além dos livros e filmes, há ainda mais conteúdo sendo produzido para ser acrescentado nesta lista. Desgraçado do feed infinito do facebook e similares!! Quem nunca foi ver UMA coisa na rede, e ficou horas vagando em discussões interessantes, textos bacanas OU até banalidades?!

Para você ter uma ideia, só no Youtube, em um único minuto, são postados 100 horas de vídeos. Se você parar o que está fazendo agora e se dispor a ver tudo que existe só no youtube, levará milhares de anos para dar conta de tanto conteúdo. E estamos falando só do youtube!

Todo dia, nós Noés, estamos escolhendo o que ler e ver, e o que ficará de fora desse ciclo interminável. Saber disso, faz com que o tempo seja visto como algo muito precioso, não?! A moeda contemporânea: o tempo! Ele é tão valioso, que já existem portais que proporcionam trocas diretas de tempo, ao invés de utilizar o intermediário dinheiro. Não acredita? Olha isso.

Então, se você me leu até aqui, obrigada novamente. Estou ocupando alguns segundos ou minutos do seu precioso tempo, que você escolheu gastar comigo, neste exato momento, e não com outro texto, conteúdo e pessoa. E meu amigo, isso é um grande elogio! Obrigada! =)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s